Utilizamos Cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência de acordo com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso, e ao continuar navegando você concorda com estas condições.
26/02/2021

Volta às aulas presenciais e com máscara: Prepare seu filho!

O ano de 2021 já começou e com ele a Volta às Aulas nas escolas públicas e privadas do Estado de Goiás também. Do ensino fundamental aos cursinhos pré-vestibulares as atividades escolares presenciais foram liberadas conforme declaração da Secretaria Estadual de Saúde (SES) e Secretaria Estadual de Educação (Seduc), desde que respeitadas as medidas de segurança. 

As ocupações nas salas de aulas vão de 30% a 50% de sua capacidade total e haverá rodízio entre alunos que frequentarão aulas remotas e presenciais, de acordo com as novas regras de controle à pandemia. 

Mas como preparar seu filho para este retorno às atividades? Confira a seguir algumas diretrizes que podem ajudar na proteção no retorno das aulas.
 


Fique atento às medidas sanitárias adotadas pela escola

É importante que o distanciamento social adequado seja mantido, além do uso constante de máscaras e higienização das mãos e do ambiente. O uso das máscaras previne a transmissão de gotículas de fluidos corpóreos e aéreos e reduz a possibilidade de contágio entre crianças e adolescentes. 

Caso existam restrições quanto ao uso da máscara, gerada por doenças respiratórias como asma, rinites, sinusites e outras doenças que prejudiquem a respiração é importante comunicar a escola e é preferível que o aluno continue apenas com as aulas remotas. 

Em atividades com o uso da máscara é recomendado um distanciamento de um metro e meio. E em atividades que seja necessário retirar a máscara como lanchar e tomar água é necessário manter uma distância de dois metros entre alunos e em local arejado. 

E o ar-condicionado na sala de aula? Como vivemos em zona tropical, o calor no Brasil costuma ser intenso, porém é importante manter a ventilação natural, mantendo portas e janelas sempre abertas. O uso do ar-condicionado em ambientes fechados pode facilitar a propagação do vírus entre os estudantes. 


Leve mais de uma máscara

A troca de máscaras a cada 3 ou 4 horas é recomendada pela Organização Mundial de Saúde. É importante estar atento aos horários e intervalos do seu filho no colégio e orientá-lo a trocar de máscara, descartar a utilizada ou guardá-la em um saco plástico individual até que chegue em casa para realizar o processo de higienização. 

Caso a máscara esteja úmida ou suja antes do período de 3  horas é necessário trocá-la. Em períodos de aulas comuns é ideal que se leve em média três máscaras. 
 


Voltando da escola

Ao retornar para casa é possível que o estudante esteja com as roupas e os materiais contaminados e isso é considerado um meio de transmissão indireto. Essa forma de contágio é pouco frequente, mas é importante evitá-la. 

Higienizar os materiais e as roupas utilizadas fora de casa, é um hábito recomendado para evitar ao máximo qualquer forma de contaminação tanto individual quanto de seus familiares e pessoas próximas. 

Também é importante sempre lavar as mãos ao chegar em casa e até mesmo tomar um banho antes de realizar outras atividades em casa. 


Conclusão

A decisão de permitir que o filho retorne ou não às aulas presenciais por questões de saúde e segurança, deve ser tomada pelos pais ou responsáveis, além de levar em consideração se os filhos estarão confortáveis, evitando crises de ansiedade e estresses decorrentes, é importante também verificar todas as medidas de segurança tomadas pelo colégio. 


Se você está considerando o retorno do seu filho às aulas presenciais, ele precisa estar protegido. Confira os produtos disponíveis no site para garantir máxima proteção!