Utilizamos Cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência de acordo com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso, e ao continuar navegando você concorda com estas condições.
17/11/2020

Qual a diferença entre as máscaras PFF1 e PFF2?


As máscaras PFF também conhecidas como Peça de Proteção Facial, possuem diferentes níveis de proteção de acordo com seus modelos PFF1, PFF2 ou PFF3. Cada uma é considerada um EPI destinado a proteções diferentes, mas todas previnem a inalação de partículas aerossóis, mecânicas ou biológicas. 

O modelo PFF 1 é mais comum para ambientes industriais, já que previnem a contaminação respiratória por aerossóis mecanicamente gerados, como pó, poeiras ou névoas. A filtragem de partículas mecânicas mantém-se o índice de EFP> 95%. Porém a proteção contra partículas biológicas menores que 0,5μm não é garantida por este material. 

Já a PFF2 tem sido mais comercializada, já que previnem a contaminação por aerossóis termicamente gerados como fumos, fumaças ou agentes biológicos, inclusive vírus e bactérias. Este modelo também tem sido utilizado na proteção contra Covid-19, já que conta com EFB>95% de partículas bacterianas. 

O índice de filtragem é considerado mais eficiente na PFF2 quando trata-se de fatores biológicos. Considerando suas características mecânicas, os dois modelos possuem mesma quantidade de camadas e são atestadas pela Anvisa como EPI e contam com selo do Inmetro dependendo do fabricante. São compostas pelo mesmo material impermeável e mesma quantidade de camadas.

O que muda é a finalidade desses respiradores, para ser utilizada na área da saúde como fator de prevenção ao contágio por Covid-19 a máscara ideal é a PFF2. A PFF1 é mais indicada como EPI para a área industrial. Assim, o elemento filtrante dos dois respiradores também possuem uma gramatura diferente, para conter o fator biológico.